O Projecto Chapitô

Missão, Visão e Valores

O Chapitô persiste e reforça a preocupação e empenho em prosseguir a sua missão – o circo e as artes ao serviço da inclusão e na formação e qualificação humanas – prestando serviço às pessoas e à sociedade, ao bairro e ao mundo, no sentido do aprofundamento da vida social e solidária.

A justiça social e o compromisso com os mais deserdados (económica, cultural e socialmente) fazem parte do código genético do Chapitô. Falamos de uma missão social fundadora, que já vem da pré-história do Chapitô. É uma proposta humanista e centrada no desenvolvimento pessoal e social.

O projeto Chapitô mantém uma relação dinâmica com a sociedade e os meios culturais onde se insere, guiando-se por princípios de solidariedade e equidade, onde as artes desempenham um papel central e gerador na valorização pessoal e social, na ação educativa, na sociabilização cívica e na construção de futuros desejáveis.

Intervir em processos socializadores e inclusivos, junto de crianças e jovens que se encontram em situação de risco e/ou vulnerabilidade, ou em trajetórias atribuladas e “ensarilhadas” ou bloqueadas, abrindo horizontes e disposições, tem sido, desde a fundação do Chapitô, um traço fundador e uma marca identitária do projeto.