A carregar Eventos

« Todos os Eventos

As formigas

Setembro 5 - 9:00 pm / 10:00 pm

A partir do conto de Boris Vian

“As Formigas” estão de volta a Lisboa!

Após a curta temporada anterior de enorme sucesso, muitos pedidos foram feitos para que o espetáculo retornasse ao palco alfacinha da Costa do Castelo. E agora, atendendo a esses pedidos, a Companhia de Teatro do Chapitô traz de volta essa impactante peça.

Boris Vian, conhecido pela sua genialidade e criatividade, é um autor francês que deixou um legado literário marcante.

Os seus contos e romances são repletos de imaginação, humor e crítica social. “As Formigas” é uma das suas obras mais admiradas, trazendo uma reflexão profunda sobre o funcionamento da sociedade, os horrores da guerra e a necessidade urgente de repudiá-la.

Através de uma linguagem artística que combina gesto, palavra, música e uma “espécie de dança”, a peça convida a refletir sobre os custos humanos, sociais e emocionais da guerra, destacando a importância de buscar soluções pacíficas para os conflitos.

“AS FORMIGAS”, a 40ª criação colectiva da Companhia do Chapitô ficará em cena numa curta temporada de 5 a 29 de Setembro de 2024 com algumas interrupções para digressões já agendadas previamente.

“E se todos se recusassem a fazer a guerra?”

 

As Formigas” tece o retrato de soldados, uns “pobres diabos” combatentes em plena zona de conflito, onde, numa narrativa irónica, o cenário bélico coloca em cheque a sua humanidade. Como Gandhi proclamou com veemência, “A guerra é o maior dos tormentos que afligem a humanidade; é a mãe de todas as misérias.”

Enquanto, no meio do caos e da loucura, persistem na busca de uma normalidade frágil entre os embates brutais, esses guerreiros testemunham a lama, o frio cortante, a fome crua, a morte onipresente, a devastação que tudo consome e o desespero que permeia o campo de batalha. São compelidos a questionar, como sussurrado pelo absurdo marcial, “o sentido de suas existências num mundo à mercê da irracionalidade guerreira.”

“As Formigas” emerge como um brado de repúdio à guerra e à desumanização, como um lembrete angustiante da fragilidade humana diante da brutalidade do campo de batalha.

 

Ficha Artística e Técnica:

Criação Colectiva da Companhia do Chapitô
Encenação – José C. Garcia
Coreografia – Maria Radich
Interpretação – Jorge Cruz, Pedro Diogo, Pedro da Silva e Tiago Viegas
Assistência de encenação – Leandro Araújo
Progenitor Sonoro – Rui Rebelo
Desenho de Luz – José C. Garcia e Francisco Ornelas
Direcção de Produção – Tânia Melo Rodrigues
Designer Gráfico – Sílvio Rosado
Figurinos – Glória Mendes
Audiovisuais – Frank Saalfeld e Frederico Moreira
Comunicação – Cristina Carvalho

 

Bilhetes – 12€
– À venda em ticketline.pt. Reservas e Info ligue 18 20 (24h).

Detalhes

Data:
Setembro 5
Hora:
9:00 pm / 10:00 pm
Categoria de Evento:

Organizador

Chapitô

Local

Chapitô
Costa do castelo
-Lisboa, Portugal
+ Mapa do Google